Dicas para manter o seu big bag pronto para o trabalho

Leia atentamente as instruções de manuseio na etiqueta do fabricante;
Os garfos da empilhadeira devem ser apropriados para big bags;
Nunca deixe seus big bags expostos a chuva e sol;
Faça manutenção preventiva sempre que necessário;
Nunca exceda a carga de trabalho, sob qualquer circunstância;
Não perfure ou rasgue;
Transporte seu big bag com todas as alças içadas;
Não retire o garfo da empilhadeira antes de aliviar toda a carga do container;
Evite contaminações;
Não deixe vazio por muito tempo com sobras de produtos alimentícios (roedores podem danificar!);
Após a utilização, dobre o big bag e mantenha-o em local seco e limpo.


Vantagens sobre o transporte em graneleiros

O equipamento utilizado para transporte de produtos a granel em caminhões (graneleiros ou básculas) e vagões, apresenta sempre um investimento, Conforme o produto a transportar, o equipamento necessita de adaptações especiais, tornando o transporte a granel mais oneroso. Além disso no frete de ida do produto, é preciso considerar o retorno desses equipamentos, tais como no caso dos containers rígidos.

O container flexível pode ser dobrado manualmente após ser descarregado e seu peso e volume tornam insignificante o custo do frete de retorno.

Também importante lembrar que no transporte à granel ocorre perda de material no carregamento, no percurso do veículo e na descarga e, muitas vezes, a contaminação do material, pois os veículos de carga transportam vários outros  produtos.


Vantagens na logística

Dentre as inúmeras vantagens oferecidas pelo big bag, podemos destacar:

Adesão em massa pelas grandes usinas de álcool e açúcar, siderúrgicas, indústrias de papel e celulose, químicas, petroquímicas, mineradoras, entre outras, pela facilidade de transporte e armazenamento dos produtos, bem como a diminuição de problemas de poluição;

A utilização dos big bags é bastante fácil. Além de funcionar como um armazém volante, pode também ser utilizado como unidade de medida.

Como utilizamos big bags específicos para cada tipo de produto, estes estarão imunes às contaminações por outros produtos, o que não acontece com o transporte a granel, em que o veículo de carga normalmente volta carregando outros produtos, conforme comentado anteriormente;

O big bag evita desperdício do produto e contaminação quando fica estocado no tempo e também conserva a quantidade e as propriedades químicas dos produtos;

Facilita ao cliente a criação de um pulmão de estoque do produto e permite um planejamento mais homogêneo de compra e consumo, ou seja, uma maior facilidade no controle do estoque;

Produtos com granulometria reduzida e micropulverizada só são adequadamente transportados e armazenados em big bags;

Adequação às exigências dos programas de qualidade ISO 9000 e ISO 14000;
Garantia de melhores condições de trabalho aos operadores de descarga, eliminando o trabalho manual(uso de sacaria) e o pó em suspensão (granel);

Grande economia quanto à despesa de embalagens, segurança contra furtos e roubos rupturas de embalagem;

Economia de mão de obra no manuseio dos produtos e grande redução de tempo na carga e descarga.


A busca constante da qualidade

A busca constante da qualidade exige um novo modelo que administra metodologias aplicáveis priorizando segurança, redução de custos e desperdícios e a ampliação dos benefícios.

A manutenção de big bags é cara?

Os investimentos compensam? Como era de se prever, a relação custo e benefício para algumas empresas, também se configura em um árduo “caminho das pedras”. Como definir os custos para uma manutenção de qualidade, e o que fazer para reduzi-los e o que entendem como fator que mais encarece esta atividade é o que se pode ver a seguir:

Consideramos altos os custos de uma manutenção de qualidade, onde os processos de licitação, concorrência, etc., levam em consideração final aquelas empresas que apresentam os menores custos, levando ainda os concorrentes a uma negociação que na maioria das vezes inviabiliza uma manutenção de qualidade com ferramental e profissionais adequados, há que se ter, portanto, bem definido o custo-benefício inerente. Quanto melhor for a manutenção, menor serão os custos finais.

Portanto a melhor maneira de reduzir custos é ter indicadores que avaliem consistentemente o que interessa e que sempre estejam sendo revalidados, discutidos e alterados pois em nosso mundo atual o que se tem valor em um dia já não o tem no outro”.

É fundamental verificar os padrões de segurança no produto, pois as Big Bags são responsáveis pelo transporte de materiais que muitas vezes podem até ser perigosos e por tal fato necessitam de um cuidado maior na hora da escolha. É fundamental também saber as limitações de uso, pois apesar delas serem muitos versáteis as peças tem as confecções destinadas para determinados tipos de uso que devem ser conferidos e aprovados com antecedência.


Conheça algumas dicas importantes para que o seu Big Bag tenha maior vida útil possível.

Observe as instruções de manuseio na etiqueta do fabricante.

– Cheque se a válvula de descarga está fechada antes de encher.
– Certifique-se de que o Big Bag está fixo.
– Feche a abertura de cima corretamente.
– Infle o liner antes de encher.
– Tome medidas apropriadas com relação ao controle de pó.
– Use um mecanismo para içamento de capacidade suficiente para suspender a carga.
– Certifique-se de que os garfos da empilhadeira estão lisos ou protegidos.
– Ajuste os garfos da empilhadeira à largura correta do Big Bag que está sendo manuseado.
– Mantenha os garfos da empilhadeira no nível da empilhadeira.
– Certifique-se de que os ganchos da ponte rolante são dos tamanhos adequados e bem arredondados.
– Considere a possibilidade e os efeitos da eletricidade estática.
– Proteja os Big Bags da chuva e exposição prolongada ao sol.
– Certifique-se de que os Big Bags estão adequadamente seguros no transporte.
– Utilize os Big Bags de acordo com as exigências ecológicas.
– Mantenha limpo e em local seco. Dobre ao meio quando vazio.
– Empilhe sobre estrados ou lona e cubra-os com lona ou plástico.
– Faça manutenção preventiva numa empresa especializada no máximo a cada duas utilizações.
– Não encha os Big Bags desnivelados.
– Não pare ou movimente bruscamente durante o transporte.
– Não exceda a carga de trabalho segura sob qualquer circunstância.
– Não sujeite os Big Bags a levantamentos ou paradas repentinas.
– Não permita pessoas debaixo de um Big Bag suspenso.
– Não deixe que o Big Bag projete-se lateralmente sobre o veículo ou palete.
– Não incline o mastro da empilhadeira para frente.
-Não retire o garfo da empilhadeira antes de aliviar toda a carga das alças de içamento.
– Não empilhe o Big Bag a menos que esteja certo da estabilidade.
– Não perfure.  Não rasgue. Não molhe. Não deixe cair graxa ou óleo.
– Não pise sobre ele.
– Não deixe vazio por muito tempo, com sobra de produtos alimentícios.